Você sabe o significado da música Por onde andei?

0
6257

Nando Reis ficou famoso por ter sido baixista de uma das maiores bandas de rock nacional de todos os tempos, a banda Titãs. Porém, Nando também é um grande compositor, para muitos, o melhor  desde que Renato Russo e Cazuza nos deixaram.

É difícil escolher uma música de Nando Reis e dizer que essa canção é mais bonita do que outras, afinal, a obra de Nando Reis é rica em músicas de amor, vida e família.

Por onde andei foi gravada, pela primeira vez, no primeiro álbum de Nando Reis após deixar o Titãs. O álbum MTV Ao Vivo trazia grandes sucessos da carreira de Nando Reis, mesmo assim, a canção conseguiu se destacar e hoje é um dos maiores sucessos do cantor e compositor.

nando-reis-1-1

A letra da canção mostra um homem arrependido por ter perdido o grande amor da sua vida.  Ele só foi perceber o quanto sua amada fazia falta, após a relação ter acabado.  Percebe que a vida é muito frágil e só é possível viver se for por amor.

É uma declaração de amor a uma pessoa que foi perdida, mas que ele acredita que pode ser recuperada. Para isso, reconhece que agiu como uma criança, se deu menos do que poderia se dar, levando ao fim do relacionamento.

Para quem já se arrependeu das atitudes tomadas dentro de um relacionamento, Por onde andei surge como um verdadeiro hino. Mostra que nem sempre tudo está perdido e o primeiro passo para a reconquista é o arrependimento.

“Amor eu sinto a sua falta e a falta é a morte da esperança”

Por Onde Andei

Nando Reis

Desculpe
Estou um pouco atrasado
Mas espero que ainda dê tempo
De dizer que andei errado
E eu entendo

As suas queixas tão justificáveis
E a falta que eu fiz nessa semana
Coisas que pareceriam óbvias
Até pra uma criança

Por onde andei
Enquanto você me procurava?
Será que eu sei
Que você é mesmo
Tudo aquilo que me faltava?

Amor, eu sinto a sua falta
E a falta é a morte da esperança
Como um dia que roubaram o seu carro
Deixou uma lembrança

Que a vida é mesmo
Coisa muito frágil
Uma bobagem
Uma irrelevância
Diante da eternidade
Do amor de quem se ama

Por onde andei
Enquanto você me procurava?
E o que eu te dei?
Foi muito pouco ou quase nada
E o que eu deixei?
Algumas roupas penduradas
Será que eu sei
Que você é mesmo
Tudo aquilo que me faltava?

Ah! Ah! Ah! Ah! Ah! Ah!
Uh! Uh! Uh!
Ah! Ah! Ah! Ah! Ah! Ah!
Uh! Uh! Uh!

Amor, eu sinto a sua falta
E a falta é a morte da esperança
Como um dia que roubaram o seu carro
Deixou uma lembrança

Que a vida é mesmo
Coisa muito frágil
Uma bobagem
Uma irrelevância
Diante da eternidade
Do amor de quem se ama

Por onde andei
Enquanto você me procurava?
E o que eu te dei?
Foi muito pouco ou quase nada
E o que eu deixei?
Algumas roupas penduradas
Será que eu sei
Que você é mesmo
Tudo aquilo que me faltava?

Ah! Ah! Ah! Ah! Ah! Ah!
Uh! Uh! Uh!
Ah! Ah! Ah! Ah! Ah! Ah!
Uh! Uh! Uh!

Por onde andei
Enquanto você me procurava?
E o que eu te dei?
Foi muito pouco ou quase nada
E o que eu deixei?
Algumas roupas penduradas
Será que eu sei
Que você é mesmo
Tudo aquilo que me faltava?