Início Psicologia Social Histórias de Valor Todas as noites padeiro deixa pão que não vendeu num banco para...

Todas as noites padeiro deixa pão que não vendeu num banco para quem tem fome e não pode comprar

Fedele, um padeiro residente na Sicília, em Itália, tornou-se conhecido pelo seu altruísmo para com as pessoas menos favorecidas.

Na cidade de Caltanissetta, perto da padaria de Fedele, existe um banco de rua idêntico a tantos outros, mas muito especial.

À noite, Fedele deixa o branco repleto de sacos de pão, pacotes de leite, óleo, água e outros produtos de primeira necessidade, para as famílias com mais dificuldades e imigrantes sem-abrigo.

A iniciativa começou quando o padeiro ainda era criança e trabalhava com o pai, e certo dia um frade bateu à porta para obter algum pão. Fedele acompanhou-o até à saída, e foi aí que viu o frade a distribuir o pão por muitos sem-abrigo, algo que ficou marcado no seu coração desde então.

Mas a missão silenciosa de Fedele não consiste “apenas” em colocar pão naquele banco ao fim do dia. Ele criou uma rede solidária que faz doações diariamente, o que já lhe permitiu levar alimentos e bebidas a uma mãe doente que não conseguia deslocar-se até ao seu banco de solidariedade.

A iniciativa de Fedele já dura há quase 20 anos, e é a prova de que para fazer a diferença basta começar com simples gestos quotidianos.

Comments

0 comments

Sair da versão mobile