Histórias de Valor

Todas as noites padeiro deixa pão que não vendeu num banco para quem tem fome e não pode comprar

Fedele, um padeiro residente na Sicília, em Itália, tornou-se conhecido pelo seu altruísmo para com as pessoas menos favorecidas.

Na cidade de Caltanissetta, perto da padaria de Fedele, existe um banco de rua idêntico a tantos outros, mas muito especial.

À noite, Fedele deixa o branco repleto de sacos de pão, pacotes de leite, óleo, água e outros produtos de primeira necessidade, para as famílias com mais dificuldades e imigrantes sem-abrigo.

A iniciativa começou quando o padeiro ainda era criança e trabalhava com o pai, e certo dia um frade bateu à porta para obter algum pão. Fedele acompanhou-o até à saída, e foi aí que viu o frade a distribuir o pão por muitos sem-abrigo, algo que ficou marcado no seu coração desde então.

Mas a missão silenciosa de Fedele não consiste “apenas” em colocar pão naquele banco ao fim do dia. Ele criou uma rede solidária que faz doações diariamente, o que já lhe permitiu levar alimentos e bebidas a uma mãe doente que não conseguia deslocar-se até ao seu banco de solidariedade.

A iniciativa de Fedele já dura há quase 20 anos, e é a prova de que para fazer a diferença basta começar com simples gestos quotidianos.

Etiquetas

Ademir Fábio Quinot Ströher - ( Duda Renovatio )

Pai da Sophie e do Gael Cursou Análise e Desenvolvimento de Sistemas (UDESC) e Filosofia (UFSC), juntando as duas paixões que são a tecnologia e o livre pensar. Idealizador e criador do Portal Pensador Anônimo, o qual foi projeto de TCC (Filosofia da informação) do curso de Filosofia, colocado em prática as teses do Filósofo Francês, Pierre Lévy,( Inteligência coletiva; Cibercultura; Ciberdemocracia). Que a força esteja com vocês!
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Caro leitor, a publicidade é a nossa fonte de renda para manter a estrutura física, intelectual e humana. Para continuar a leitura, por favor desativar o bloqueador de publicidade do seu navegador! Obrigado!