Amar é humano, e por mais que tentamos evitar, fugir ou negar, uma vez caímos nessa armadilha ou nesse paraíso… Tudo depende do rumo da relação!

Adoro quando o amor bate em minha porta, acho que isso faz com a gente possa relaxar e curtir as coisas com mais complitude. Não que sozinho não seja possível, mas é diferente. Poder partilhar o que vivemos e sentimos com um amigo e companheiro é incomparável.

Mas o amor, tanto oriundo de um relacionamento a dois quanto de origem familiar pode nos trazer mais mágoas do que a felicidade que provém. Eis o ponto limite que devemos tentar cuidar para mantermos a nossa saúde mental e psíquica na relação.

Se desentender e brigar é da vida. Não há relacionamento que não haja. Mas a forma que podemos lidar com isso é que é a chave da questão.

Para os que se emburram

Há pessoas que se emburram, parecendo crianças mimadas, e deixam impossível a convivência, pois a maturidade do ser humano está ligada ao poder de argumentar e nominar os seus sentimentos.

Tais pessoas precisam aprender a se expressar nessas horas, e a saber trazer para o outro os problemas que originaram o encomodo para então serem resolvidos.

Para os que dão um gelo

Mas ao meu ver, a pior forma de lidar com contendas em um relacionamento é ver a pessoa que você ama sendo fria com você, e alegre com os outros. Entendo que essa forma de agir além de mostrar frieza e desamor ainda desola a alma ao mostrar o que deixamos de ter (aquela alegria dada aos outros agora).

E o pior, geralmente quando se tem um comportamento assim, estamos falando de mágoas, e mágoas já é outro nível! Para resolver, para curar, para perdoar… Se vai perdoar… Enfim! Não é tão fácil…

Ou, muito cuidado nessa avaliação, pode tratar-se de uma pessoa que goste de manipular, daí, pula fora. Isso não é saudável à ninguém, e pode levar a um relacionamento abusivo.

Gosto muito da sinceridade na relação, pois assim, se há uma mágoa, podemos conversar e tentar remediar os danos! E caso já esteja em outro nível, com o copo cheio, significa que talvez seja hora de seguir em frente. Pois nem sempre a pessoa que escolhemos para curtir hoje, é aquela que estará conosco para sempre… (se é que vai ter uma, rsrs!) Mas enfim, a vida é isso, saber se desculpar quando erramos, e saber dar o fim quando não há mais possibilidade de convívio.

Via: ParadigmaFeminino