Lições da Finlândia ao povo brasileiro

0
411

Os anos 90 testemunharam, num contexto bem diferente do capitalismo liberal dos EUA, também o sucesso da sociedade da informação na Finlândia. Depois da enorme crise que se seguiu ao colapso da URSS, este pequeno país tornou-se um “tigre” europeu, ao par com a Irlanda.

Lições da Finlândia ao povo brasileiro

Um país onde o “estado social” tem poderosas raízes, os impostos são elevados e a sociedade é mais igualitária. Para que o “milagre finlandês” tornasse possível, o país decidiu investir fortemente em pesquisa de ponta, parceria com o setor produtivo e educação, ao lado de outros fatores. O “estado social” desempenhou o seu papel como garantidor da estabilidade social e – sobretudo – assegurando uma excelente organização e os excelentes resultados do sistema educacional finlandês.

As escolas finlandesas estão entre as que lideram o ranking do Pisa (http://www.oecd.org/pisa/), a mais abrangente avaliação internacional de educação, feita pela Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). Na última avaliação de 2015 (divulgada ano passado), a educação na Finlândia fica em quarto lugar com uma média de 531 pontos, perdendo somente para Singapura (1º), Japão, Estônia e Taipei (China). O Brasil ficou em 63ª posição, bem atrás de Argentina (38º), Chile (44º) ou Uruguai (47º), por exemplo (http://www.oecd.org/pisa/PISA-2015-Brazil-PRT.pdf).


Reportagem de Claudia Wallin. Música: Somewhere Over the Rainbow, por Israel “Iz” Kamakawiwo’Ole.


Pensador Anônimo

Loading...

Os comentários não representam a opinião do Portal Pensador Anônimo