Grampo da PF em Aécio mostra ‘bronca’ a Zezé Perrella: “Eu não...

Grampo da PF em Aécio mostra ‘bronca’ a Zezé Perrella: “Eu não faço nada de errado, só trafico drogas” – Ouça

807
0
COMPARTILHE

Dois dias após a quebra do sigilo da delação da Odebrecht, em 13 de abril deste ano, a operação “Lava Jato” interceptou uma conversa telefônica entre o senador Aécio Neves, do PSDB, e o senador Zezé Perrella, do PMDB.

No diálogo, Aécio cobra fidelidade de Perrella e o critica duramente pelo fato de o aliado de longa data ter dado uma entrevista à rádio Itatiaia se gabando de não estar na lista de Janot e no “mar de lama” do Brasil.

Grampo da PF em Aécio mostra 'bronca' a Zezé Perrella: "Eu não faço nada de errado, só trafico drogas" - Ouça

Na conversa interceptada pela PF, que ocorreu bem antes da divulgação da delação da JBS, os senadores mineiros não falam de crimes(exceto tráfico de drogas). Mas Aécio evidencia seu aborrecimento com a declaração de Perrella à emissora, na qual ele se orgulha de estar fora da “Lava Jato”.

“Acho que não preciso provar o quanto sou seu amigo na vida, né cara. Então vou te falar como amigo, com a liberdade de amigo. Poucas vezes vi uma declaração tão escrota, Zezé, como essa que você deu na rádio Itatiaia”, disse Aécio.

Por volta dos três minutos, o senador e ex-presidente do Cruzeiro diz a Aécio: “Eu não faço nada de errado, só trafico drogas”. O áudio faz parte da investigação em que Aécio é suspeito de receber propina da JBS, fato negado pelo tucano.

Ouça:

Perrella reclama da atenção dada a ele após a apreensão de um helicóptero com 445 quilos de cocaína, em 2013. A aeronave era pilotada por um ex-assessor de Gustavo Perrella, filho do senador, e de propriedade da família dele.

Nota da assessoria de Perrella

“Basta ouvir o áudio na íntegra e contextualizar a expressão mencionada.

Durante o diálogo, o senador Zeze Perrella cita o episódio do helicóptero referindo-se ao fato de que, mesmo após ter sido comprovada sua inocência, lamentavelmente, a imprensa ainda insiste em associar o seu nome ao caso.

Seu incômodo está explícito no áudio, antes mesmo do momento em questão. Fica óbvia, inclusive pela reação do interlocutor, a ironia expressa pelo Senador Zeze Perrela em relação à forma criminosa e caluniosa que abordam o assunto”.

O áudio provocou reação dos internatutas.


Pensador Anônimo

Loading...