O cantor Xand Avião usou suas redes sociais, na noite deste domingo (11), para se manifestar sobre a agressão do DJ Ivis à esposa, Pamella Holanda. Segundo Xand, o artista foi desligado da sua empresa após o cantor saber da violência sofrida por Pamella.

O cantor explicou que o vínculo de DJ Ivis com a sua empresa foi encerrado neste domingo (11) por causa da agressão. “Como todo mundo sabe o DJ faz parte da Vybbe (produtora de Xand) e infelizmente não tem como continuar com ele em nossa empresa. É isso, gente. Estou sem palavras e surpreso como vocês”, disse Xand Avião.

Xand Avião ainda revelou que colocou a sua equipe em contato com Pamella Holanda para dar o suporte necessário. “Já designei minha equipe inteira para falar com a Pamela e ajudar como precisar. Ela e a criança. Estou muito triste, pois todo mundo sabe da minha ligação com o DJ. Mas repito: nada justifica violência contra mulher”, completou Xand Avião.

DJ Ivis dá socos e chutes na mulher em vídeo publicado por ela

 


Pamella Gomes de Holanda, companheira de Iverson de Souza Araújo, o DJ Ivis, compartilhou em seus stories do Instagram uma série de vídeos em que aparece sendo agredida com tapas, socos e chutes por ele. As informações são do UOL.

Os vídeos divulgados por ela foram registrados na residência do casal. Em um deles, ela chega a ser agredida quando está próxima e até segurando a filha Mel, de nove meses.

Em seu Instagram, o DJ também compartilhou vídeos com a mulher tentando agredi-lo e um boletim de ocorrência feito em março. À polícia, ele disse ter discutido com a mulher e que estava “constrangido” e “com medo do comportamento desequilibrado” de Pamella.

DJ Ivis confessou as agressões, mas disse que chegou a passar por chantagens e até ameaça de morte com a filha.

“Não estou aqui para justificar nada. Estou aqui para mostrar que não aguento mais isso. Muitas pessoas vão me julgar, mas eu não suportava mais isso, eu recebi chantagens, ameaça de morte com a minha filha. Ninguém sabe o que é isso que eu passei”, disse o DJ.

Em 3 de julho, Pamella foi à polícia e registrou um boletim de ocorrência por agressão contra Ivis. No dia seguinte, o Ministério Público solicitou uma medida protetiva para a mulher e a filha, que foi concedido pelo Tribunal de Justiça do Ceará.

Comments

0 comments