CiênciaConhecimento

Cientistas descobrem que um remédio de malária de 1949, hidroxicloroquina, inibe a atuação do coronavírus

Cientistas chegaram à conclusão de que maior concentração de zinco intracelular inibe a formação da primeira proteína (RdRP, ou Replicase) criada pelo RNA do coronavírus ao sequestrar os ribossomos de nossas células. Isso impede que a RdRP siga sequestrando nossos ribossomos para fazer múltiplas cópias de seu RNA original.

Um remédio de malária de 1949, sem patente – hidroxicloroquina -, aumenta muito a concentração intracelular de zinco, e portanto inibe a atuação do coronavírus.

O Anúncio foi feito pela Nature. (clique aqui)

A Bayer já aumentou a produção de hidroxicloroquina

As empresas de biofarma lutaram para iniciar novos projetos de P&D e redirecionar os medicamentos existentes em meio à crise do COVID-19. Agora, a Bayer está doando 3 milhões de comprimidos de cloroquina, um remédio de décadas disponível a preços baratos. Axios informou pela primeira vez notícias da doação na quarta-feira, citando um alto funcionário do HHS e outra fonte com conhecimento do plano.

A Bayer confirmou a doação na quinta-feira.

Em um estudo publicado no mês passado na Nature, os autores  escreveram  que “a cloroquina é uma droga barata e segura que é usada há mais de 70 anos e, portanto, é potencialmente clinicamente aplicável contra o COVID-19”. 

Embora certamente haja mais a aprender sobre a terapia em potencial, a cloroquina é apenas uma das várias drogas que estão sendo exploradas para combater a nova pandemia de coronavírus. 

Vai surgindo uma luz no túnel. Vamos ficar na esperança!

Etiquetas

Ademir Fábio Quinot Ströher - ( Duda Renovatio )

Pai da Sophie e do Gael Cursou Análise e Desenvolvimento de Sistemas (UDESC) e Filosofia (UFSC), juntando as duas paixões que são a tecnologia e o livre pensar. Idealizador e criador do Portal Pensador Anônimo, o qual foi projeto de TCC (Filosofia da informação) do curso de Filosofia, colocado em prática as teses do Filósofo Francês, Pierre Lévy,( Inteligência coletiva; Cibercultura; Ciberdemocracia). Que a força esteja com vocês!
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Caro leitor, a publicidade é a nossa fonte de renda para manter a estrutura física, intelectual e humana. Para continuar a leitura, por favor desativar o bloqueador de publicidade do seu navegador! Obrigado!