O menino não nasceu, estrelou. Arrasou (risos) – Mãe do Noah

A frase da mamãe é o resumo do parto do Noah, que veio ao mundo na última segunda-feira (28), fazendo biquinho e careta, em um hospital na Praia da Costa, em Vila Velha, no Espírito Santo. A maquiadora Monyck Valasco, 34 anos, está boba com a repercussão do nascimento do filho.

“Pessoas do mundo inteiro estão repostando as fotos e nos procurando. Eu vi ele nascendo. Eles baixaram o paninho para eu poder ver. Chorei muito. É uma emoção que não tem tamanho”, conta.

A autora dos registros impressionantes é a fotógrafa Jana Brasil, de Vila Velha, que há três anos se dedica 100% à fotografia de nascimentos e ganhou até prêmio internacional.

“Indescritível registrar esse momento. Já tinha feito ano passado fotos de bebês empelicados, tive duas premiadas. Mas nada parecido com a foto do Noah, me surpreendeu. Achei que já tivesse vivido todas as emoções, mas ele mandou uma careta e fez biquinho”, conta Jana, que fotografou o terceiro parto desse tipo em 2019.

Todos os partos foram com o médico ginecologista obstetra Rafael Angelo Baggieri, que já foi apelidado como “Rei dos bebês empelicados”. O doutor, por sinal, já é conhecido aqui do Gazeta Online, por ter feito o parto de uma gestante com câncer no cérebro em agosto de 2018.

EMPELICADO

Mas o que significa um parto empelicado? O obstetra Baggieri explica. “O parto empelicado ocorre quando o bebê nasce sem romper a bolsa amniótica, em outras palavras, nasce dentro da ‘casinha’ que o abrigou durante a gestação”.

E, pela literatura médica, o caso é raro. “A incidência de ocorrer isso, na literatura, é de 1 para cada 80.000 a 90.000 partos, mas creio que essa incidência não está correta”, pondera o ginecologista, que fez a cesária do Noah.

Segundo Baggieri, até alguns meses atrás, ele sempre quis fazer esse tipo de parto, mas nunca conseguia. “Até que no dia 22 de novembro de 2018 fez meu primeiro. Foi interessante porque foi um bebê de 7 meses, no qual o parto teve que ser antecipado. Fiquei muito feliz, todos na sala de cirurgia ficaram emocionados, foi até engraçado, pois nós, da equipe médica, ficamos mais empolgados que o próprio pai, que talvez não tivesse entendendo o que estava acontecendo na hora, pois até então achávamos que era muito raro”, lembra.

Com o tempo, vendo que o papais e as mamães ficavam muito felizes quando o bebê nascia assim, o médico foi tentando maneiras de sempre fazer o parto dessa maneira. “Esse último parto, do Noah, foi meu oitavo empelicado. E tivemos a surpresa e a felicidade dele fazer aquelas caras e bocas, que resultaram na foto do biquinho”.

PARTO NORMAL

De acordo com o médico, o parto empelicado também pode acontecer de maneira natural, sem ser em uma cesárea, como foi o nascimento do Noah. “Pelas estatísticas, acho que é até mais comum ocorrer no parto normal do que em uma cesariana. Eu já tive em um parto normal, mas não tenho registro em fotos”.

SAÚDE

Nesta sexta-feira (1), Noah ainda está no hospital, na Utin. “Mas acreditamos que deve estar saindo, se Deus quiser, até o final de semana. Porque ele nasceu um pouco cansadinho. Aí foi pra lá pra estabilizar a respiração e poder ir pra casa com segurança. Estou indo pra lá passar o dia com ele é conhecido como o ‘fortão da Utin’. Quando quer mamar, sai da frente. Bravo (risos)”, diz a mãe.

Esse capixaba, que é puro sucesso, nasceu com 3,4 kg e 48,5 centímetros, às 8h38 de segunda. Agora, a nossa torcida é para ele sair logo da Utin e encantar ainda mais por aí.

E a família, que mora na Serra, já está acostumada com imagens dos filhos bombando na internet. O primeiro filho do casal, o Murilo, tem uma foto que ganhou vários prêmios. O garoto, hoje com 6 anos, ficou muito emocionado ao conhecer o irmão. Veja abaixo.

Foto do Murilo ainda bebê, irmão do Noah, que também fez muito sucesso e foi premiada


OUTRAS LEITURAS


RECOMENDAMOS





COMENTÁRIOS





Pensador Anônimo
O Pensador Anônimo aborda todos os temas relacionados à sociedade. Além de estimular e abrir debates sobre os temas citados, também busca trazer notícias pertinentes.