Educação

As crianças que ajudam nos afazeres domésticos serão adultos de sucesso

Sabia que vários estudos têm vindo a comprovar que é importante envolver as crianças nas tarefas domésticas desde cedo, até mesmo para o sucesso das mesmas futuramente?

De acordo com uma investigação liderada por Marty Rossmann, um professor da Universidade de Minnesota, as crianças que participam na lida da casa ganham experiência, auto estima e sentido de responsabilidade, o que as ajuda a lidar com a frustração. Naturalmente, estas qualidades vão contribuir para um maior sucesso em vários aspetos da sua vida, como na escola.

Para estimular o desenvolvimento de valores e habilidades nos mais pequenos, devemos confiar-lhes algumas tarefas domésticas desde cedo. Segundo Julie Lythcott-Haims, professora da Universidade de Stanford, as crianças que ajudam em casa mostram maior independência, capacidade de organização, resolução de problemas e trabalho em grupo, humildade e empatia.

Ao desempenhar certas tarefas domésticas, as crianças aprendem valores como o esforço e melhoram a paciência e tolerância. Contudo, nem sempre é fácil conseguir que participem ativamente da lida da casa, e o segredo está na forma de os persuadir.

Se tornar as tarefas aborrecidas em desafios divertidos para os seus filhos, adaptando-as consoante a sua idade, conseguirá que demonstrem maior interesse em ajudar.

Também é importante procurar envolve-las o mais cedo possível, para que cresçam com esse sentido de dever e que isso seja natural nelas. Na verdade, muitas crianças gostam de sentir que estão a ajudar os pais e que já são “grandes”, por isso é uma questão de as incentivar.

Procure dar mais responsabilidades aos pequenos e resistir à vontade de fazer por eles, seja para os mimar ou para ver as coisas feitas mais rápido, pois são ferramentas que aumentam a autoestima e autonomia deles, qualidades essenciais ao longo da vida.

Etiquetas

Ademir Fábio Quinot Ströher - ( Duda Renovatio )

Pai da Sophie e do Gael Cursou Análise e Desenvolvimento de Sistemas (UDESC) e Filosofia (UFSC), juntando as duas paixões que são a tecnologia e o livre pensar. Idealizador e criador do Portal Pensador Anônimo, o qual foi projeto de TCC (Filosofia da informação) do curso de Filosofia, colocado em prática as teses do Filósofo Francês, Pierre Lévy,( Inteligência coletiva; Cibercultura; Ciberdemocracia). Que a força esteja com vocês!
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Caro leitor, a publicidade é a nossa fonte de renda para manter a estrutura física, intelectual e humana. Para continuar a leitura, por favor desativar o bloqueador de publicidade do seu navegador! Obrigado!